Profissional segurando câmera de gravação
28 de fevereiro de 2022Categoria: Tendência Audiovisual

Para alcançar o público-alvo, entregar conteúdos interessantes e atingir seus objetivos, muitas marcas procuram por meio inovadores para adaptar seus materiais publicitários.  

E uma alternativa audiovisual que se encaixa perfeitamente nesse contexto é o documentário. Por mais que seja um formato muito ligado ao mundo cinematográfico, os documentários podem ser produzidos em tamanhos curtos. 

Pensando nisso, neste artigo, vamos apresentar 6 tipos de documentário para colocar em prática no seu negócio. Continue a leitura e fique por dentro! 

O que são gêneros de documentário?

Close na tela da câmera de gravação

Na década de 1990, o teórico e crítico de cinema americano Bill Nichols sugeriu que existem 6 tipos diferentes de documentário, sendo eles: poético, expositivo, reflexivo, observacional, participativo e performativo. 

Esses gêneros carregam suas próprias características. Apesar de alguns documentários terem uma sobreposição de elementos e/ou misturá-los, cada modo é uma categoria que possui componentes específicos. 

Ademais, conhecê-los é crucial, a fim de aplicar o modelo mais semelhante aos valores e mensagens que a empresa deseja transmitir para os seus consumidores. 

6 tipos de documentário para se inspirar

Videomaker gravando cena

Entendendo a sua origem, cabe agora conhecer as principais características dos tipos de documentário existentes.

1. Documentário Poético 

Documentários do tipo poético retiram seu enredo do mundo histórico, adaptando-o para diversas formas.  

Esse gênero começou junto do movimento modernista, como um meio de representar a realidade através de impressões subjetivas, ações vagas e atos incoerentes. 

Para o documentário poético, é mais importante a emoção do que a razão. Não existe um raciocínio linear, o que permite uma maior experimentação. Além disso, em muitos casos não apresentam grande complexidade nos personagens. 

2. Documentário Expositivo

O documentário expositivo é um dos estilos mais utilizados no mercado audiovisual. Esse modo se utiliza de fatos, acontecimentos e argumentos para enriquecer a narrativa abordada

Nesse tipo de documentário, o diretor coleta filmagens que fortalecem o argumento indicado na produção, como filmagens de arquivos, reencenações de eventos e b-roll.

Ademais, esse modelo apresenta um ponto de vista específico sobre um tema e muitas vezes a obra é narrada por uma voz “invisível”.

3. Documentário Observativo

Nos documentários observativos, os atores interagem entre si, ignorando os cineastas. É como se a produção, câmeras e assistentes não estivessem presentes no ambiente. 

Esse modo tem a pretensão de trazer naturalidade e neutralidade para a obra, buscando transmitir a ideia de realidade. 

Também não há narradores ou entrevistadores, e muitos até não utilizam legendas e trilha sonora. 

4. Documentário Participativo 

O gênero participativo é definido pela interação direta dos documentaristas e o mundo.  

Esse modelo também é conhecido como documentário interativo e, em diversos casos, apresentam a versão do cineasta sobre a verdade, focando em assuntos, interações e respostas reais.

Além disso, muitas das cenas gravadas apoiam o ponto de vista do produtor ou buscam aprovar a intenção do filme.

5. Documentário Reflexivo

Por outro lado, no modo reflexivo, o documentarista se relaciona com a audiência. Muitas vezes, esse tipo de gravação tem caráter metalinguístico, pois questiona a representação feita da realidade através do documentário. 

Dessa maneira, ao invés de apresentar reflexões prontas, como é feito no documentário expositivo, o modelo reflexivo traz o público para junto da reflexão. 

6. Documentário Performático 

Apesar de ter elementos semelhantes ao modelo poético, o documentário performativo relaciona histórias imaginárias com a realidade, a fim de atingir emocionalmente o público.

Assim sendo, esse gênero é o que mais se aproxima da ficção, fazendo com que seja um dos menos aplicados no mercado audiovisual

Agora você entende o que é e quais são os tipos de documentário existentes, tendo em mãos uma poderosa ferramenta de comunicação para aplicar nos seus vídeos comerciais! E aí, gostou do artigo? Se sim, siga a página no Instagram da Guerrilha Filmes e fique por dentro de conteúdos interessantes!

Veja também

13 de janeiro de 2022

Storytelling para vídeo: por que a narrativa importa?

Quem não ama uma boa história? Com uma boa narrativa é possível despertar sentimentos no leitor, gerando mais identificação e, […]

Leia mais
26 de setembro de 2022

5 dicas para gerar conteúdo durante a copa do mundo!

Com a chegada de um evento de tão grande repercussão como a copa do mundo, também surgem novas oportunidades para […]

Leia mais
27 de julho de 2022

O que é um teaser e por que utilizá-lo?

O teaser é um vídeo curto que dá uma prévia da mensagem que você deseja divulgar.  Segundo um estudo da […]

Leia mais